segunda-feira, 11 de junho de 2007

O que acontecia no mundo e na minha vida - Parte I - Jardim da Infância

Um professor não deve esquecer de como foi aluno. Exercitar a memória de sua infância e de suas experiências escolares é um bom recurso. Uma modalidade de fazer isso é exercitar a relação entre os fatos da minha vida pessoal, e os grandes (ou médios) acontecimentos do mundo.

Vou fazer aqui um pouco desse exercício na história da minha vida.

Nasci em 1956. Neste ano, Leonel Brizola assumiu o cargo de Prefeito de Porto Alegre. Também neste ano Juscelino Kubitschek assumiu a presidência do Brasil. O ano de 1956 foi um ano bissexto. Neste mesmo ano morreu o ator Bela Lugosi, que fez o imortal papel de Drácula. Eu sempre gostei muito de filme de Drácula. Eu gosto de filme de terror, eu gosto de sentir medo na hora de filmes de terror!

Eu ingressei no Jardim da Infância em 1963. Nesse ano houve um plebiscito no Brasil e ganhou o sistema presidencialista. Neste mesmo ano o Papa João XXIII morreu. O Papa Paulo VI foi eleito. Do Jardim de Infância lembro da banda escolar, eu tocava triângulo. Lembro de uma briga com colega, e da experiência de demonstrar força, de ver sangue no chão, meu e dele! Para quem hoje em dia estuda processos de produção, manutenção e modificação de masculinidades, lembrar disso é bem interessante!

Eu ingressei na Primeira Série Primária em 1964, no Grupo Escolar Felipe de Oliveira, que na época era um anexo do Colégio Estadual Rio Branco, no Bairro Petrópolis, em Porto Alegre. A gente morava tão perto da escola, que saía de casa quando escutava a sineta bater. A Dona Eva era a diretora. Voltei na escola para assistir estagiários diversas vezes, e vi a galeria com fotos das ex diretoras, lá estava ela. Nesse ano, logo no mês que as aulas iniciaram, aconteceu o golpe de 1964. Não fomos a aula por dois ou três dias. Eu me lembro de ficar com a minha família escutando as notícias no rádio. O meu avô paterno, que morava no andar térreo da casa, tinha um rádio enorme, numa sala enorme, com pé direito alto. O meu pai queria ir no comício do Brizola. Minha mãe tinha medo. A gente acabou ficando em casa. Depois fomos todos comprar comida Supermercado Real, o mais antigo de Porto Alegre, porque diziam que ia faltar comida por causa da guerra.

Estudei cinco anos no Grupo Escolar. Lembro do nome das 4 professoras, uma delas foi docente na quarta e na quinta série. Lembro na quinta série de estudar muito para fazer o exame de admissão ao ginásio. Lembro muito da merenda escolar, do prédio, que era um brizolinha, corredor feito de ripas de madeira, caíam lápis, borrachas, apontadores, entre as ripas, e a gente se arrastava pelo chão para recuperar estes materiais. A escola ficava ao lado da Avenida Ipiranga, e ao lado do arroio, que não era canalizado da forma que é hoje. Do outro lado do arroio se enxergava uma caixa d'água do DMAE. A gente dizia que aquela sigla significava Departamento que Manda Água para a Escola.

18 comentários:

Janete disse...

Oi professor!
Nascemos no mesmo ano!
Só que eu no RJ!
Em 1960 nasceu minha irrmã mais nova e a capital do Brasil passou do RJ para Brasília!
Um abraço!

isabel disse...

Oi prof.Eu nasci em 23/09/1971, no dia da primavera.Exatamente dois anos e uma semana nascia o meu irmão.Nós dois somos do signo de libra.Vou coletar mais dados ok?
Beijos.isabel

isabel disse...

Oi prof.
Pesquisei algo que aconteceu em 1971.Aí vai:
Ano Internacional da Luta contra o Racismo e a Discriminação Racial, pela ONU.

Acredito que nós, como educadores, devemos erguer essa bandeira. Não acha?

Fernando Seffner disse...

Prezada Janete, como nascemos no mesmo ano, você ao fazer sua história da infância pode "copiar" algumas coisas da minha história.
Um abraço

Fernando Seffner disse...

Isabel, está aí um fato importante, em 1971 o ano foi todo dedicado pela ONU a pensar a questão do racismo e da discriminação. Esta segue sendo uma tarefa importante, e um desafio para os educadores. Um abraço.

Giovana Canani disse...

Bem, eu nasci no ano de 1969.Isto mesmo! O ano em o homem venceu as barreiras do universo e ousou ir à Lua. Lembram desta frase? "Este é um pequeno passo para um homem. Mas um salto gigantesco para a humanidade".Foram as primeiras palavras de Neil Armstrong após pisar o solo lunar, exatamente às 23 horas, 56 minutos e 20 segundos (hora de Brasília) do dia 20 de julho de 1969.
Eu estava neste momento no ventre de minha mãe e só fui nascer quatro meses depois...no dia 27 de outubro.Não sei se este fato me influenciou....mas a noite me fascina e vivo muitas vezes no mundo da lua...rsss....
Abraços!

Fernando Seffner disse...

Aproveitando a contribuição da Isabel, que nos lembrou a luta contra o racismo e a discriminação, segue uma pequena informação, todos podemos participar:
Participe da construção de um Brasil sem racismo!!!

100 mil assinaturas para a aprovação do Estatuto da Igualdade Racial

A assinatura no Abaixo-Assinado que pede ao Congresso Nacional que vote o Estatuto da Igualdade pode ser feita on line.

O Movimento está se ampliando e o Abaixo-Assinado está sendo passado para todas as pessoas que defendem a igualdade racial, lideranças negras e anti-racistas que também estarão em Brasília para a entrega ao presidente da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia e ao senador Renan Calheiros, presidente do Senado Federal, para a aprovação do Estatuto da Igualdade Racial e do Projeto de Lei nº 73/1999 neste ano.

Assine o Abaixo-Assinado Movimento Brasil Afirmativo pela aprovação do Estatuto, com o seu nome completo e e-mail.

http://www.petitiononline.com/afirmati/petition.html

Silvana disse...

Oi professor!
Porque no dia em que nasci, não aconteceu nada de importante??? Tentei várias vezes e ... nada ...só o meu nascimento, ou melhor, nem isso!!!
Um abraço,Silvana(20/08/1965)

isabel disse...

Oi prof.Eu sou a Isabel que postou comentário no dia 12/06(é que tem outra).Muito obrigada por passar o site do abaixo assinado. É claro que irei assinar.Beijos e um ótimo findi!Isabel Machado

isabel disse...

Minha assinatura foi a de 1270.Isabel Machado

Fernando Seffner disse...

Gente, leiam o comentário da Silvana, não aconteceu nada de importante no dia em que ela nasceu, vamos ajuda-la, indicando coisas importantes que aconteceram nesse dia. Por outro lado, a Silvana pode pensar que o dia em que ela nasceu ficou inteiramente para ela, pois ninguém mais vai disputar essa data com ela no mundo.

isabel disse...

Oi Silvana!
Como eu também não achei nada com a data do teu aniver, pesquisei uma frase de Rui Barbosa:
"Não há nada mais relevante para a vida social que a formação do sentimento da justiça".Gostou? Acreditoque tem muito a ver com a interdisciplina .Concorda?
Beijos,IsabelMachado

Kellica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Simone Garcia disse...

Oi, professor. Eu nasci no dia 21-12-1966. Neste ano, foi lançado o filme "Ao mestre, com carinho". Fiquei feliz e lisonjeada em saber deste fato, pois adoro aquele filme. Também descobri que neste ano faleceu Walt Disney e os Beatles fizeram seu último show. Adorei fazer este exercício. Obrigada pela oportunidade.
Simone Garcia/tutora/pólo

Suzan David disse...

Olha eu aqui de novo!
O ano de 1964 foi terrível, agora eu sei. Mas o que não me foge fa memória é o fato de que não podíamos brincar na calçada, o portão estava sempre trancado e minha mãe estava sempre nervosa.

Newmar disse...

Olá eu nasci em 62 e estudei até a 4.a série no Colégio Rio Branco na Av. Protásio Alves e depois fui para o GE Felipe de Oliveira. Eu Morei na rua Silva Só até os meus 14 anos, lembro da rua quando ainda não havia o viaduto e lembro também do Supermercado Real com a fachada com grandes janelões de vidro e uma porta no lado direito. fui fazer compras com minha mãe, muitas vezes nesse supermercado!

Newmar disse...

Engraçado como coisas ficam guardadas na memória, quase despercebidas e quando vemos ou lemos alguma coisa da nossa infancia, vem um mundo de lembranças a tona... e coisas que fizemos ha bem menos tempo são apagadas da memória.
Quando li seu comentário, eu praticamente me transportei no tempo pra aquela época, e foram aparecendo coisas e pessoas que estavam completamente esquecidas!

baixinha disse...

Oi, professor
Vou ser sua aluna nesse semestre. Nasci em 1950, portanto, alguns fatos relatados me reportaram a minha adolescência (ditadura, governador Leonel Brizola, plebiscito.
Até a aula presencial, dia 17.
Aluna Neuza